HISTÓRIAS

SEU JARDIM NÃO É MAIS VERDE DO QUE O MEU

A despeito de tudo que já escrevi sobre o perdão. Você, eu não perdoo.
Não te perdoo, porque você acha que está tudo bem.
Não te perdoo, porque você acha que não fez nada errado.
Não te perdoo, porque você espalhou meu nome na Medina.
Não te perdoo, porque você me virou as costas quando eu mais precisei de você.
Não te perdoo, porque você se acha superior aos outros e tudo seu é melhor do que o dos outros.
Não te perdoo, porque você não gosta de gente. E eu sou gente.
Não te perdoo, porque você é pequeno. Pequeno no tamanho. Pequeno no coração. E te mum olho muito grande no que não é seu.
Não te perdoo, porque você não suporta me ver feliz.
Não te perdoo, porque você mentiu pra mim o tempo todo.
Não te perdoo, porque quero que você se redima e me peça perdão.
Você sabe que isso é para você. Estou engasgada com você há muito tempo. Você não se toca não?
Até quando vai ficar nesta de amigos pra sempre, quando nem leio seus e-mails mais? Apago todos. Você está na parte de spam e lixo eletrônico. Que é exatamente o que você é.
Não pense em me dar conselhos, achando que o texto é para outra pessoa. É para VOCÊ. Apenas VOCÊ.
Cansei de tentar te fazer entender, que pessoas têm sentimentos e que você não é a única pessoa que existe no mundo.
O sol não gira ao seu redor. Você não é uma constelação e muito menos uma estrela. Você não é uma celebridade.
Quando você passa, muitos acham graça. Estão rindo de você e não pra você. Entendeu ou tenho de desenhar?
Você não é o suprassumo da moda. Não sabe nem se vestir. Quando pergunto onde comprou suas roupas é pra não passar por perto da loja e cair na tentação de colocar fogo nela.
Em você, tudo fica tão pequeno, tão simples, em desconformidade com seu enorme ego e seu grande olho gordo.
Sua Personalidade social elevada à leva a desprezar as obrigações sociais, lhe faltando empatia para com os outros.
Você não tolera frustração e descarrega sua agressividade em quem considera como estando em uma cadeia abaixo da sua, sempre culpando os outros pelos seus problemas e depois apresentando uma explicação fajuta e duvidosa para explicar seu comportamento conflituoso.
Eu não te perdoo e seu jardim não é e nunca será mais verde do que o meu.
FUI, e pra você… não tem perdão!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s