HISTÓRIAS

AMIGO?

Hoje pensei nos meus poucos amigos que tenho e lembrei-me de como eles se comportam comigo e eu com eles. Fiquei pensando e analisando como está a sociedade atual e pensei que não há mais amizade verdadeira, ninguém quer ser amigo de ninguém, exceto quando há interesse envolvido nesta amizade. Sabemos que a palavra: amigo, tem várias conotações. Tem gente que considera como amigo a pessoa que conhece há muito tempo, os colegas de trabalho, conhecidos da escola, ou até os vizinhos. O pior, é que têm pessoas que consideram amigos os conhecidos
casuais das quais eles nem se lembram do nome.

Outra evidência de amizade é a pronta intimidade em que alguns apresentam ao
conhecer alguém. Provavelmente, você já deve ter tido a  experiência de conhecer alguém e a pessoa já ir entrando na sua vida particular em questão de minutos? Conversando de uma forma tão natural e amigável, contando sua vida particular e perguntando da sua? Já pedindo pra tirar o senhora ou senhor da conversa? E
as perguntas só por curiosidade amigável: Onde você mora? Trabalha com que? Estudou aonde? É casado? Tem filhos? Pergunta de amigo, não é mesmo? A intimidade acontece tão rápido que você nem tempo de analisar a quantidade de informações que passa sobre sua vida, ou recebe da vida da outra pessoa.

Na sociedade ocidental moderna amigo é aquela pessoa que faz parte de nosso rol de relações, um colega de trabalho, um amigo de infância, um confidente, e por ai vai. Amigo deixou de ser a representação de uma relação íntima. Ter uma amizade depende do que a pessoa tem em mente, pode ser de forma superficial, eventual, situacional
ou verdadeiramente sólida e intensa. Mas em algumas coisas todos concordam
sobre o que é ter ou ser um amigo: ele é uma pessoa que tem consciência de até
onde você pode e deve ir, conhece seu temperamento e te entende, sabe quais são
os seus interesses particulares e sem sombra de dúvida, faz aflorar o que há de
melhor em você. A amizade ter a ver com sentimento, com confiança, influência e
lealdade, e principalmente com o compartilhamento de experiências.

Infelizmente, não há mais aquela amizade, quase como um vínculo de parentesco, que tornava as pessoas tão unidas como se tivessem nascidas juntas, e onde ter um amigo era proteção. Hoje, as pessoas não têm mais esta afeição natural, porque não conseguem amar nada além de si mesmas. Também, com tantos problemas, desacordos e divisões fica difícil criar vínculos afetivos. A amizade precisa de tempo para ser
cultivada e solidificada e, na rapidez das relações modernas não há tempo para isto. Amizade duradoura exige o cultivo da confiança e da lealdade, que são qualidades imprescindíveis para o crescimento da relação de amizade, assumir responsabilidades, estar disposto a ajudar e manter compromissos e acordos.

Mas quem, em sã consciência atualmente, estaria disposto a se envolver com alguém
para ajudar a levar sua carga e amenizar seu sofrimento? Ser amigo envolve sacrifício,
e quem quer sacrificar-se? Então não existem mais amizades verdadeiras? Muito pelo
contrário, as verdadeiras amizades ainda existem, embora sejam muito raras.

Porque ter amigos é bom? Todos precisam de alguém em quem confiar, além de Deus. Um amigo para quem possa contar suas dúvidas, anseios, pensamentos preciosos e ouvir uma resposta responsável, que socorra sua necessidade imediata. Um bom amigo e confidente fortalece a pessoa com encorajamento e conselho, ajudando-a a se tornar mais equilibrada emocionalmente.

Como ter um amigo? Nem todos têm talento para encontrar ou se tornar um bom amigo. Alguns necessitam aprender como funciona a amizade. Enquanto outros são lentos em dominar a arte de ser um amigo e em aprender seus jeitos. De qualquer forma para se ter ou ser amigo é preciso se preocupar com as outras pessoas, com os
sentimentos delas, o que pensam, e principalmente com o sofrimento delas. Mas tem
de ser uma preocupação genuína com a outra pessoa e não basta só isso, precisa
aceitar seus defeitos, tanto quanto aceita suas virtudes. Estar disposto a abrir mão de alguns prazeres para fazer sacrifícios para ajudar o outro a alcançar seu alvo.

Está disposto ao trabalho? Para ter um amigo, você precisa ser um. Faça algo para
ajudar alguém, convide pessoas para irem à sua casa ou simplesmente converse
alguns minutos com uma pessoa de quem goste. Tente conhecer alguém melhor. O
início duma amizade é a disposição de dar o primeiro passo. É preciso que mostre
que gosta das pessoas. Cumprimentar sempre com um sorriso alegre é muito bom para fazer iniciar amizade.

E depois como manter a amizade? Amizade pode ser comparada a uma planta, precisa ser cuidada e regada para produzir bons e saudáveis frutos. Amizade não pode ser ligada no piloto automático, precisa de planejamento, ser incluída na lista semanal de coisas a se fazer, porque é muito fácil negligenciar amigos, tão e simplesmente porque são amigos. Comece planejando algo junto com o amigo, se não deu para planejar nada, telefone ao menos.

E o amigo ciumento? É complicado, mas o ciúme pode surgir quando um dos amigos quer o outro só para ele. Mas, a amizade também significa compartilhar até o amigo e isto exige certa dose de humildade, habilidade de controlar os (res)sentimentos. Um bom e verdadeiro amigo não é um ditador e nem transforma a amizade do outro em um capacho, mantêm o equilibrio. Amigo não deve se intrometer na vida do outro sem que este lhe peça, isso pode estragar a amizade. E quando o amigo lhe convidar para um jantar ou um coquetel, é de bom alvitre não manter o anfitrião acordado até tarde da noite, é horrível quando o convidado não sabe quando ir embora, mesmo sendo um bom amigo.

E quando a amizade é um fiasco? Não escolheu direito a amizade? Realmente, é muito importante para a amizade durar que se saiba escolher. Escolheu a amizade pela sua utilidade? Pelo que a amizade pode contribuir em sua vida? Pois saiba que a amizade deve ser escolhida pelo que é, porque do contrário não vai adiante mesmo. Amizade de interesse é apenas um negócio, onde a pessoa que escolhe pretende obter uma posição de destaque. Estas pseudo-amizades egoístas são vazias e improdutivas. Estabeleça padrões elevados para suas amizades, diga com quem andas e decidirei se vou
contigo.
Ser seletivo na amizade é importante porque esta influi na vida da pessoa, já que o amigo normalmente é um conselheiro e confidente fidedigno.

Para terminar, a verdadeira amizade, é livre na comunicação, conforta em tempos ruins e proporciona ao verdadeiro amigo a oportunidade de se fazer boas coisas em favor do outro, além de ser um enriquecimento a vida dos dois e ser um tempero a mais para a
felicidade.

Seja um excelente amigo! Eu estou disponível!

Fui… procurar um bom amigo…

Anúncios

2 pensamentos sobre “AMIGO?

  1. Excelente artigo. Eu não sou boa em fazer amigos. Sou muito franca e por isso tenho dificuldade em fazer amizade. Vou tentar seguir seus conselhos e ver se me dou melhor daqui pra frente. Valeu. Abraços.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s